Médico de família

O número de pessoas que sofre com dores de costas é muito elevado e estas queixas não devem ser desvalorizadas. Os doentes devem procurar ajuda médica se sentirem dor e/ou outros sintomas que se prolonga no tempo.

Se sofrer de dor intensa ou que dure há mais de três semanas, dor que se estende pelo braço e/ou perna, dormência e perda de forças, dor que se agrava com repouso ou surge durante a noite, deverá marcar uma consulta com um médico de clínica geral, que avaliará, encaminhará e orientará o seu tratamento.

Perante um diagnóstico  que necessite de uma atenção especial, o seu médico de família poderá encaminha-lo para uma consulta de especialidade de coluna: ortopedia ou neurocirurgia.

Se houver necessidade de um tratamento, não tenha receio, eles deverão devolver-lhe uma maior qualidade de vida e podem ir desde mudança de hábitos de vida, medicação, fisioterapia, ou, em casos mais graves, a cirurgia.

Se chegar ao ponto de necessitar de uma cirurgia, esta não deve ser temida, porque para além de em muitas situações ser possível optar por técnicas minimamente invasivas, a probabilidade de melhorar significativamente a qualidade de vida do doente é muito superior à de conduzir a maus resultados.

Não deixe que as dores nas costas alterem o seu estilo de vida, fale com o seu médico de família.

Create a website or blog at WordPress.com

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: