Ressonância magnética

A ressonância magnética é um exame solicitado como parte de um médico que usa ímãs fortes e ondas de rádio que são avaliados usando a tecnologia de computador para visualizar imagens tridimensionais do corpo.

As ressonâncias magnéticas são facilmente obtidas, livres de risco para a maioria das pessoas e geralmente podem ser realizadas sem qualquer preparação especial (como beber ou ser injetado com contraste ou corante radioativo). Ocasionalmente, o médico pode pedir um estudo que exija a injeção de uma droga especial que fornece maiores detalhes nas imagens. Trata-se de um exame não invasivo, não radioativo e não provoca dor.

COMO TUDO FUNCIONA: Durante a ressonância magnética, ondas de rádio são liberadas em pulsos através do seu corpo, causando movimento ou “excitação” em átomos de hidrogênio nas suas células. Quando as ondas de rádio param, os átomos de hidrogênio relaxam e liberam energia. Diferentes partes do corpo, como tecidos moles e ossos, têm padrões característicos de como são afetados pelas ondas de rádio; esses padrões são exibidos num monitor de computador como imagens da anatomia do corpo. Um radiologista especialmente treinado lê essas imagens, que são apresentadas em seções ou cortes visuais, para ajudar a determinar a causa da sua dor.

A ressonância magnética pode fornecer informações sobre a condição das vértebras, do canal vertebral e dos discos intervertebrais (o tecido conjuntivo amortecedor de choque entre as vértebras).

DEGENERAÇÃO DO DISCO E HÉRNIA A ressonância magnética pode determinar as alterações físicas que ocorrem num disco, incluindo o desenvolvimento de uma hérnia ou protuberância que cause dor nas costas ou o desenvolvimento de dor radicular e formigamento ou dormência. O seu médico usará as informações da ressonância magnética para determinar a localização e o tipo de dano ou hérnia de disco que possa ter ocorrido e prescrevendo-lhe o tratamento adequado.

Create a website or blog at WordPress.com

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: